terça-feira, 22 de agosto de 2017

A Ressignificação da Linguagem



A Linguagem está nos dizendo algo desde o princípio. Em cada fala ou escrita humana, ou em qualquer outra forma de expressão, e, principalmente por meio das grandes individuações (os filósofos), a linguagem se mostra para nós em respostas às suas próprias indagações mais obscuras e inalcançáveis.

Assim, a linguagem dada se desenvolveu a partir de seu modo ordinário ou comum, desde a codificação do mundo até os conceitos mais ontológicos e ainda mais escuros.

Qual seria então a tarefa hoje da filosofia?

primeiro que a filosofia não precisa de uma nova tarefa, mas se fossemos propor uma nova fase, está é a de ordenar o pensamento na história de maneira que possamos extrair de cada pensador possível uma linha mestra no sentido de decifrarmos os caminhos, as pistas deixadas pela linguagem em toda sua história para que assim possamos desenvolver uma teoria que possa reconstruir os sentidos dos conceitos a ponto de resignificarmos a linguagem numa forma definitiva de sua compreensão.

O Pensamento implica tão somente em agente (individuação que manipula) e linguagem (instrumento). Daí, é o movimento destes que produz conhecimento diante de si e do mundo.

Assim, pensamento pode ser entendido como a relação da individuação com o logos diante de si e do mundo.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

cutus