terça-feira, 8 de novembro de 2016

Esquema do pensamento de Walter Benjamin





Walter Benjamin (1892-1940)

> Baseou-se na concepção kantiana de crítica;
> Dedicou-se a elaborar temas como teoria histórica, tradução, violência, arte, etc;
> Considera a perca da aura das obras de arte onde:

Reprodução técnica - faz perder o único da arte que é dissolvida em várias cópias de sua originalidade (isso por um lado é bom pelo acesso às obras, mas por outro tira sua aura)

O cinema é uma dessas poderosas ferramentas reprodutoras da arte que pode servir às classes oprimidas, neste sentido ele é uma esperança histórica aliada ao proletariado;

> Exalta o papel revolucionário da arte;
> A violência é por ele abordada enquanto fundadora ou conservadora do direito e do poder;

                            mito -      violência      - direito - destino
           resulta do
           problema
       direito/justiça

de um lado está a violência justificada para fins "justos" no Direito Natural. Já no Direito Positivo, a violência é um dado histórico adquirido. Assim, a crítica da violência de Benjamin irá partir do dualismo DN e DP. Para este pensador, o direito monopoliza a violência para garantir o próprio direito.
Disso abordará outro duelo, a saber: violência mítica x violência divina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

cutus