segunda-feira, 25 de agosto de 2014

A entrada de Jesus ao Monte do Templo



Olá,

Una-se a mim enquanto continuamos a explorar as histórias bíblicas e passagens da escritura em uma série especial de boletins via e-mail. Vamos ler os textos sagrados que você achava que conhecia e redescobrir eles ao ler no idioma original.

Hoje vamos reviver uma das cenas mais famosas da semana de Jesus em Jerusalém, a “limpeza do templo”.
A entrada de Jesus ao Monte do Templo
“Ele entrou no templo e começou a expulsar aqueles que estavam comprando e vendendo dentro do templo, e ele derrubou as mesas dos que trocavam dinheiro e vendiam pombas (Marcos 11:15)
Um modelo do Monte do Templo nos tempos de Jesus
Muitas pessoas acreditam que o descontentamento de Jesus foi motivado pela oposição ao próprio templo e o seu sistema de sacrifícios. Não é o caso.Jesus estava ultrajado pois o templo não estava cumprindo a sua missão de ser a “casa de orações para todas as nações” (Isaías 56:7)

Vendedores tinham suas lojas na Corte dos Gentis, o grande jardim que circundava o templo, o único lugar onde não-judeus podiam entrar no Monte do Templo. Jesus estava indignado com as autoridades do templo por converter a área de gentis em um “esconderijo de ladrões”, nada mais que um bazar sombrio. O idioma de Marcos enfatiza isso. A palavra “compradores” em Grego é agorazontes que contém a raiz agora, o mercado no centro de qualquer cidade Greco-Romana. O objetivo de Jesus não é purificar o templo da sua base comercial, mas restaurar a atmosfera de solenidade para as partes do templo reservadas a todas as nações.

Redescubra a Bíblia, abra os seus olhos para novas interpretações e segredos escondidos. Una-se ao nosso curso de Hebraico Bíblico.

Jonathan A. Lipnick


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

cutus