quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Jerusalém nos Passos de Jesus - O Pai Nosso




Jerusalem nos passos de Jesus
Olá,

Una-se a mim enquanto continuamos a explorar as histórias bíblicas e passagens da escritura em uma série especial de boletins via e-mail. Vamos ler os textos sagrados que você achava que conhecia e redescobrir eles ao ler no idioma original.

Quando lemos os idiomas originais da Bíblia, o Pai Nosso de repente ganha significados totalmente novos.

A entrada de Jesus ao Monte do Templo

O Pai Nosso é uma das rezas mais conhecidas do mundo, sabida de cor por centenas de milhões de pessoas. De acordo com Lucas 11:1, Jesus ensinou esta reza aos seus discípulos em um “certo lugar” perto de Jerusalém. 
"Pai Nosso"
Igreja Pater Noster
Hoje uma igreja chamada Pater Noster (“Pai Nosso” em Latim) fica no local onde Jesus pediu ao Senhor: “dê-nos o pão nosso de cada dia”. As palavras originais que Jesus utilizou foram em Hebraico ou Aramaico. É bem provável que a frase original fosse “lekhem hukenu” uma referência ao “pão da necessidade” de Provérbios 30:8. Então o que Jesus queria dizer originalmente era “dê-nos uma porção justa de pão todos os dias”.

Quando os evangelistas traduziram esta frase para o Grego, criaram uma nova palavra: epiousia, que não aparece em nenhuma outra parte do Novo Testamento. É uma palavra composta baseada em epi (sob) e ousia (existência) – significando algo como “necessário para a existência”. Então quando recitamos o Pai Nosso e dizemos “pão nosso de cada dia” não é uma tradução ruim, mas uma que considera apenas uma dimensão. Não preserva o sentido de necessidade, de que dependemos deste pão para receber a vida.


Redescubra a Bíblia, abra os seus olhos para novas interpretações e segredos escondidos. 

Jonathan A. Lipnick


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

cutus